Histórias do buquê de flores da noiva veja aqui

Existem diversas explicações e histórias do buquê de flores da noiva. Na Antiguidade Clássica os buquês eram denominados ramos. Isso porque eles eram feitos de ervas, grãos e de alho. Cada um tem um significado diferente: as ervas e os grãos eram para trazer uma união mais próspera e o alho para espantar o mau espírito.

Com o passar dos tempos o costume como na Europa as pessoas não costumavam tomar banho, as noivas então se casavam segurando um arranjo de flores, que serviam para exalar um bom perfume. Foi nessa época também que os buquês começaram a ficar mais sofisticados.

Outra explicação para o uso dos buquês das noivas está lá na época medieval. Conta-se que naquela época as noivas faziam o trajeto para chegar até a igreja a pé e durante o caminho, quem passava por elas davam de presente, flores.

As noivas seguravam essas flores até o final da cerimônia e só no final elas as atiravam para os convidados e a mulher solteira que pegasse pelo menos uma, arrumava rápido um casamento.

Você sabia que as flores são o símbolo da vida? Pois é, e é por isso que as noivas continuam, até os dias atuais, a usar o buquê e isso independente da religião de cada uma. Um buquê traduz beleza pura e a fertilidade da noiva.

Mesmo que existam muitas Histórias do buquê de flores da noiva, o importante é que completam o visual de qualquer noiva.

historias do buque de flores da noiva 1
historias do buque de flores da noiva 2
historias do buque de flores da noiva 3
historias do buque de flores da noiva 4
historias do buque de flores da noiva 5
historias do buque de flores da noiva 6